Notícias

26/10/2017 10:38

Prefeita Lucimar aprova leis que fere direitos dos servidores em Várzea Grande

Nesta quarta-feira (25.10), em mais uma sessão da Câmara de Vereadores a prefeita Lucimar Campos rompeu novamente com seus compromissos de campanha eleitoral e de gestão de “Amar, Cuidar e Acreditar”

A traição da prefeita diante dos servidores consistiu ontem em forçar os vereadores a votar matéria de muda a forma de pagamento do 13.º salário dos servidores municipais, o que promoverá uma redução no valor do pagamento deste benefício aos servidores com gratificação e uma perversa “economia” para os cofres municipais.

Nos últimos dias, pacotes de projetos de leis estão sendo despejados na Câmara Municipal. Muitos deles alterando leis de carreira dos servidores públicos, criando uma celeuma nas matérias. Como a administração tem usado a tática de apresentar os projetos sem nenhuma discussão com as categorias, acordos que são feitos com as representações dos sindicatos de última hora pelos vereadores, não são cumpridos, a exemplo da educação em que o texto que foi acordado não foi o que seguiu para sanção da prefeita.

E assim, o desrespeito, a desonestidade por parte da administração vai imperando no município de Várzea Grande. Parcela dos vereadores, juntamente com a prefeita e o secretariado viram as costas para os servidores públicos. Sonegam a revisão salarial justa, quebram Planos de carreira, retiram direitos já adquiridos.

No caso da votação dos 13.º salário  são esses os vereadores que traíram os servidores: Joãozito, Ferrinho, Valdemir Souza, Pedrinho (líder da prefeita), Gidenor Menezes, Madureira, Sardinha, Nilo Campos, Fabinho, Calixto, Rodrigo Coelho e Neni Chimarrão.

Esses foram os traidores dos servidores públicos que rasgaram, vergonhosamente, a Constituição Federal para negar um direito. O pior é que todos os vereadores estavam cientes da “trapalhada” a ser cometida uma vez que a OAB – Seção de Várzea Grande, emitiu parecer expondo a inconstitucionalidade da matéria.

Em defesa do 13.º integral dos servidores, votaram com os trabalhadores os seguintes vereadores: Icaro Reveles, Ivan dos Santos, Carlos Garcia, Rogerinho Dakar, Dr. Miguel, Ademar Jajah, Carlino Neto e Vereadora Gisa Barros.

ENQUANTO ESCOLAS FAZEM FESTAS PARA RECEBER PREFEITA, A MESMA APUNHALA OS SERVIDORES

A postura da prefeita Lucimar Campos, está levando muitos educadores a se arrepender do voto dado na então candidata.

Uma vez eleita, a prefeita tem visitado as escolas e não pode reclamar de que é bem recebida pelos educadores. Mas, manifestações de quem vêm acompanhando a votação das matérias denunciam que em vez de “Amar, Cuidar e Acreditar”, a prefeita vem, na realidade, vem apunhalando os servidores públicos municipais em Várzea Grande. “Essa é a retribuição da prefeita às festas que são feitas para recepcioná-las em algumas escolas.

Mas, as maldades não pararão por aí. Na educação, os ataques devem continuar na revisão do PCCS que está sedo discutido por uma comissão, que inicialmente, tinha deixado o Sintep de fora. Após cobrança do sindicato, a representação do Sintep foi integrada à comissão.

O Sintep/VG alerta à toda à categoria para ficar atenta e lutar contra qualquer ataque à carreira profissional dos educadores.


SEDE DO SINTEP-VG

Redes Sociais

Sintep VG

SINTEP/VG - Travessa Pedro Pedrossian, n.º 27
Bairro Centro - Aeroporto CEP. 78110-355
Fone 3682.2263
sintepvg@terra.com.br
contato@sintepvg.org

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo