Notícias

18/01/2018 16:15

Governo de Pedro Taques quer fechar escola em bairro carente de Várzea Grande

A insensibilidade e a hipocrisia parece não ter medida no Governo Pedro Taques. Além dos inúmeros problemas que vem criando na educação estadual e municipal no estado, em Várzea Grande o Governo Taques atua para fechar uma escola histórica, situada no Bairro da Manga.

Os pais e mães e ou responsáveis pelos estudantes, assim como a própria gestão, foram  surpreendidos com o cancelamento das matriculas e a informação do fechamento da unidade escolar. No momento, representantes da Assessoria Pedagógica atuam para pressionar a gestão da escola a fechar as portas da mesma e repassar todo o contingente de alunos matriculados para escolas vizinhas, desestruturando um trabalho pedagógico de qualidade que a escola desenvolve e que, inclusive, já está tudo planejado para o ano letivo de 2018.

A comunidade não aceita o fechamento da escola, que é uma das mais antigas do Estado e que vem atuando com o quantitativo de alunos exigido por turma e possui uma ótima estrutura em um bairro (Bairro da Manga), considerado com um dos bairros mais carentes do município,  

Para o professor Gilmar Soares Ferreira, presidente do Sintep de Várzea Grande, a decisão desastrosa do Governo Taques advém de uma questão central: o governo Taques não está a serviço da maioria da população. "O Governo do Estado precisa, na realidade, é abrir mais escolas para atender os anos iniciais do ensino fundamental, para favorecer o município a se ocupar mais com sua obrigação que é o atendimento da creche", afirma o professor, ressaltando que hoje, Várzea Grande, tem uma arrecadação menor que o Estado e que  atende mais alunos nos anos iniciais do ensino fundamental que o próprio estado.

Segundo informações, representantes da assessoria pedagógica já chamaram até a polícia para tentar entrar na escola, uma vez que a resistência ao fechamento da escola tem obrigado a própria comunidade a se esquivar do encontro com os representantes do governo que, invariavelmente, não dialogam e somente vão as escolas para impor as decisões tomadas de forma autoritária pela Seduc.

Para a secretária geral do Sintep/VG, Maria Aparecida Cortez, é um desastre o fechamento de escolas em Várzea Grande, por se tratar de uma comunidade carente e por ser a escola uma grande referência para aquelas pessoas que lá vivem.

Confira os documentos:


SEDE DO SINTEP-VG

Redes Sociais

Sintep VG

SINTEP/VG - Travessa Pedro Pedrossian, n.º 27
Bairro Centro - Aeroporto CEP. 78110-355
Fone 3682.2263
sintepvg@terra.com.br
contato@sintepvg.org

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo