Notícias

14/05/2020 18:45

15 DE MAIO, ANIVERSÁRIO DE VG - NADA A COMEMORAR

ÚLTIMO ANIVERSÁRIO DE VÁRZEA GRANDE NA GESTÃO LUCIMAR CAMPOS TEM FORMA DE SALÁRIOS RETIDOS, SERVIDORES NECESSITADOS E DESPREZADOS.

Queríamos, com toda franqueza, comemorar mais um aniversário de Várzea Grande-MT, com um sorriso no rosto, com orgulho e a satisfação de dizer que somos servidores da educação, respeitados com dignidade, valorizados e salarialmente reconhecidos. 

Mas, justamente, na administração de uma mulher e mãe, prefeita que nos últimos anos ganhou mensalmente mais 40 mil reais, lesou os trabalhadores, sonegou reajuste salarial de professores e funcionários, reteve salário de servidores contratados, não pagou nenhuma diferença salarial de reajustes anteriores e ainda aplicou duros castigos em quem aposentou sem todas as progressão na carreira a que tinha direito. 

A pergunta é muito simples: QUAL É A ÉTICA QUE NORTEIA A ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITA Lucimar Campos? Porquê sendo mulher e mãe, despreza e expõe duramente os educadores, retendo parcela significativa de seus salários, enquanto reforma quase todas as praças da cidade? Qual é a prioridade da prefeita, da mãe e mulher que governa o município? 

Vivemos período de sacrifícios, muito antes da pandemia COVID 19. Desde 2015 a prefeita Lucimar descumpre lei que ela mesma sancionou, congela os salários dos servidores técnicos, que tem seus direitos previstos na carreira. O último reajuste salarial, já deveria ter sido dado em janeiro passado. Para os professores poderia ter sido aplicado de forma automática porque está assegurado em lei federal. Para os técnicos bastava uma lei municipal, conquistada agora em abril. Mas a prefeita age de forma maldosa e opressora. Deu um GOLPE e não aplicou a revisão nem aos professores e nem mesmo aos técnicos. Que condição é essa de AMAR, CUIDAR e ACREDITAR da administração Lucimar Campos? Qual é a razão de tantas INJUSTIÇAS contra os servidores? 

É difícil de acreditar que tamanhas maldades venham de uma prefeita mãe e mulher. Tampouco poderíamos esperar tal orientação de seu esposo, ex-prefeito e ex-governador, agora senador, presidente da Comissão de Ética no Senado. 

Fato é que no aniversário de 153 anos de Várzea Grande, os servidores que já recebem um dos piores salários de Mato Grosso, muitos estão passando necessidade e tem servidores contratados sem receber salário desde o mês de março que estão sujeitos a passar fome. 

A prefeita e seus secretários – que não honram seus compromissos – demonstram lavar as mãos com relação às dívidas e a não revisão salarial dos servidores. É que todos ganham bem, bem mais que os míseros salários dos educadores. 

Não podemos esquecer que VG é a terceira cidade mais rica de MT no entanto, paga o pior salário para os trabalhadores da educação, dentre os municípios considerados mais pobres da baixada cuiabana como: Acorizal, Jangada, Barão, Leverger e Poconé. 

Parafraseando Manoel de Barros num poema sobre Cuiabá, queremos dizer: “Não Várzea Grande. Não são os professores e funcionários que com seus míseros salários, sugam as tetas suculentas da arrecadação de recursos de Várzea Grande. Eles e Elas, os Educadores e Educadoras, só pensam em se dedicar, em dar de si o melhor, para os filhos e filhas”. 

Essa política de massacrar servidores, é empregada em todas unidades da federação onde o DEM governa. A exemplo de MT, o Governador Mauro Mendes (DEM), congelou salários de todos os servidores, descumpre leis que garante reposição e valorização salarial da EDUCAÇÃO. 

Este ano 2020 vem eleições por aí, não podemos continuar colocando lobos para cuidar do galinheiro.

DIREÇÃO DO SINTEP/VG 

 


SEDE DO SINTEP-VG

Redes Sociais

Sintep VG

SINTEP/VG - Travessa Pedro Pedrossian, n.º 27
Bairro Centro - Aeroporto CEP. 78110-355
Fone 3682.2263
sintepvg@terra.com.br
contato@sintepvg.org

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo